A escrita é uma habilidade fundamental para todo estudante que busca uma carreira profissional de sucesso. No entanto, escrever não é uma tarefa fácil para a maioria das pessoas. E quando se trata de escrever um texto argumentativo, como é o caso da redação do ENEM 2016, a dificuldade pode ser ainda maior.

É nesse ponto que a criatividade se torna uma carta importantíssima na manga do candidato. Desenvolver ideias e argumentos originais e sustentáveis é fundamental para que o texto seja bem avaliado pelos corretores do ENEM. É fundamental que o estudante consiga ir além daquilo que é esperado e consiga apresentar uma perspectiva inovadora e interessante sobre o tema proposto.

Além disso, a criatividade também está diretamente relacionada com a fluidez do texto. Saber utilizar figuras de linguagem, recursos estilísticos e expressões próprias da língua portuguesa pode tornar o texto ainda mais atrativo e persuasivo para o leitor. Por isso, é sempre importante que o candidato pratique a leitura de diversos gêneros textuais, ampliando assim o seu repertório de recursos linguísticos.

Outro ponto fundamental que a criatividade pode ajudar é no desenvolvimento da estrutura do texto. É comum que muitos estudantes, ao escreverem, acabem perdendo o foco do tema proposto e desenvolvam um texto confuso e sem coesão. Nesse sentido, a criatividade pode ajudar na organização das ideias e na escolha das palavras-chave que farão a ligação entre os parágrafos.

Por fim, é importante lembrar que a criatividade deve ser utilizada com moderação. É necessário que o estudante tenha consciência de que está escrevendo um texto argumentativo, ou seja, um texto que deve apresentar ideias coerentes e devidamente sustentadas por argumentos sólidos e factíveis. A criatividade não deve ser utilizada como um fim em si mesma, mas sim como uma ferramenta que ajuda a enriquecer e valorizar o texto.

Em resumo, a redação do ENEM 2016 exige do estudante habilidades de escrita e criatividade para que seja capaz de desenvolver um texto argumentativo coeso, coeso e estruturado. A criatividade pode ser a chave para o sucesso nessa etapa da prova, desde que seja utilizada com moderação e inteligência. Por isso, é importante que o candidato pratique a leitura, exercitando a habilidade de escrita e desenvolvimento de ideias.